Uma menina de oito anos sofreu uma descarga elétrica e morreu após tocar em uma estrutura metálica da decoração de Natal instalada em uma praça de Caldas Novas (GO), na última sexta-feira (27). A criança chegou a ser socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Um inquérito foi instaurado para apurar o caso. Em nota, a Prefeitura de Caldas Novas, responsável pela decoração, lamentou a morte e afirmou que a montagem da estrutura é feita por “profissionais capacitados, que realizam esse trabalho há dez anos”.

O prefeito de Caldas Novas, Evandro Magal (PP) também lamentou a morte, mas defendeu que o trabalho de instalação “não é nada improvisado”.

“O Samu foi rápido, agiu rápido, tentou salvar essa vida, mas infelizmente, a garotinha não resistiu. A equipe que trabalha nessa decoração natalina, já faz isso há muitos anos e nunca tivemos um incidente sequer naquele local. Servidores concursados, inclusive, com diploma de eletricista. Não é nada improvisado. Se houve algo que fugiu do controle, isso vai aparecer durante as investigações”, afirmou o prefeito.

Segundo boletim de ocorrência registrado após o caso, policiais militares relataram que um eletricista da Prefeitura constatou que “toda ferragem onde estavam instalados os anjos [que fazem parte da decoração], em um percurso de aproximadamente 60 metros, estava energizada”. Por isso, foi preciso desligar a fonte de distribuição de toda a decoração para “evitar outro acidente”.

O delegado Rodrigo Pereira, responsável pelo caso, informou em nota que a Polícia Técnico-Científica já esteve no local para realizar a perícia e destacou que a investigação foi iniciada com o intuito de “esclarecer toda a dinâmica dos fatos e individualizar a responsabilidade dos envolvidos na morte da vítima”. As informações são do portal G1.

Shark News by Shark Themes