O desaparecimento do carmelitano Felipe Tadeu completa neste domingo exatamente 3 meses e ainda não teve um desfecho. O fato aconteceu no dia 27 de junho no Turvo em Capitólio onde Felipe passou o dia com amigos em uma lancha.

Segundo as testemunhas que estavam na embarcação, o acidente aconteceu por volta das 19:00 quando Felipe teria se levantado e pulado na água e desde então não foi mais visto. A família, porém, não acredita nessa versão.

De lá para cá, buscas foram feitas pelo Corpo de Bombeiros durante 18 dias no local mas ele não foi encontrado.

O caso vinha sendo investigado pela delegacia de polícia civil de Piumhi no comando do Delegado Dr.Fernando Henrique Turini Berdugo. Recentemente, a delegacia de Passos assumiu o caso através do Delegado Dr. Marcos Pimenta.

De acordo com o delegado que assumiu o caso,  13 pessoas já foram ouvidas e aguarda-se agora o trabalho da perícia nos celulares de quem estava com Felipe.

Felipe estava no último ano de Direito na faculdade de Alfenas.

Shark News by Shark Themes