Uma das mais tradicionais farmácias de Carmo do Rio Claro, a drogaria Nossa Senhora do Carmo, ou simplesmente a farmácia do Miro como era mais conhecida, encerrou suas atividades.

Prestes a completar 63 anos de serviços prestados a comunidade, a história da farmácia do Miro começou em 11 de setembro de 1957 quando funcionava na antiga rua Dr. Benedito Valadares, atualmente rua Delfim Moreira próximo ao atual prédio da Prefeitura. Entre 1957 a 1963 a farmácia funcionou também na rua Capitão Pedro Augusto Correa e somente depois é que a farmácia começou seus atendimentos na rua Wenceslau Braz no centro da cidade.

Casemiro Galdino Bueno, o Miro.

Para a reportagem da Carmo Web Tv, ele contou que seu pai, Casemiro Galdino Bueno, trabalhou em farmácias desde os 13 anos de idade.

Além de proprietário da farmácia, Miro foi vereador e homenageado com o título de Honra ao Mérito pela Câmara Municipal em 05 de novembro de 1992.

Título de Honra ao Mérito recebido por Miro em 1992

Apesar de não ser médico, José Antônio Carielo Bueno, o Totonho, filho do Miro, deu sequência no trabalho iniciado por seu pai e juntos de muitas famílias de Carmo do Rio Claro. Totonho do Miro como ficou conhecido começou na farmácia em 1980.

Pai e filho, Miro e Totonho trabalhando juntos. 

A frente da Drogaria Nossa Senhora do Carmo por 40 anos, Totonho fez mais que clientes, conquistou muitos amigos que hoje sentem pelo fechamento da farmácia. Seu pai, o Miro, faleceu em maio de 2008 e durante a gestão 2009/2012 da ex prefeita Cida Vilela foi homenageado com seu nome no ESF do bairro Bela Vista.

 

Shark News by Shark Themes