O Dia da Independência do Brasil começou com uma cerimônia cívica de hasteamento das bandeiras realizada pela Secretaria Municipal de Cultura e Turismo.

Participaram do ato o Prefeito Tião Nara, o presidente da Câmara Municipal Inácio Roberto Lopes, Sargento Ivan da Polícia Militar e Andreia Bento, secretaria municipal de Cultura e Turismo.

Assim como em 21 de abril, o momento não teve a participação das escolas e/ou da comunidade, devido as ações de prevenção ao Coronavírus para que não houvesse aglomerações.

O Prefeito Tião Nara disse esperar que o aniversário da cidade em 05 de novembro possa ter uma cerimônia com a participação da população, desde que haja segurança para tal.

Sobre a data.

7 de setembro é uma das datas comemorativas mais importantes do Brasil, justamente por abrigar um dos principais acontecimentos da nossa história: a nossa independência. Foi nesse dia, em 1822, que d. Pedro deu início a nossa trajetória como nação independente.

A independência foi resultado de um processo de desgaste nas relações entre os colonos brasileiros, sobretudo da elite, com Portugal. Isso teve relação direta com a Revolução Liberal do Porto de 1820, mas podemos considerar que tudo começou com a transferência da família real portuguesa para o Brasil, em 1808.

A transferência da família real foi uma consequência da Era Napoleônica e motivada pelainvasão de Portugal pelas tropas francesas. A mudança da família real portuguesa para o Rio de Janeiro foi, portanto, uma fuga. Após se instalar no Rio de Janeiro, foi iniciado o que ficou conhecido como Período Joanino.

Esse nome faz referência a d. João VI, regente que esteve à frente de Portugal e só se tornou rei português a partir de 1816. Aqui no Brasil, d. João VI realizou uma série de medidas que contribuiu para a modernização do Brasil, promovendo desenvolvimento econômico e florescimento cultural e artístico.

Assista a reportagem:

Shark News by Shark Themes