Queijos produzidos no Sul de Minas foram destaque durante um concurso internacional realizado em Araxá (MG), no final de semana. Os produtos da região foram premiados no evento que reuniu 666 peças de queijos artesanais. Além de produtos brasileiros, também concorreram queijos feitos em Itália, Peru, Chile, Bolívia e Portugal.

Foram inscritas e avaliadas 666 peças de queiro. Os concorrentes foram premiados em 32 categorias e aqueles 15 com as maiores pontuações disputaram o Super Ouro. O júri foi composto por cerca de 170 especialistas, entre brasileiros e estrangeiros.

Os três melhores colocados na grande final foram queijos italianos. O grande campeão foi o gorgonzola dop piccante. O produto é feito com leite de vaca, possui massa crua e macia e seu sabor tende levemente para o picante.

Queijos da região

Mas entre os mineiros, o melhor colocado no ranking foi o queijo Maria Fumaça, da Fazenda Bom Sucesso, em Itanhandu. Ele venceu na categoria “’Queijos de leite de vaca com mofo branco na casca maturados”.

Amendoado com notas de oliva, o Maria Fumaça passa por um ano de maturação, sob cuidados de climatização, tornando-se um produto quebradiço, que harmoniza bem com vinhos ou cervejas artesanais.

“Quando a gente recebeu essa premiação, para nós foi maravilhoso, de muita emoção. É o resultado de uma vida de trabalho árduo e diário, que só que está na pecuária leiteira sabe a dificuldade que é essa atividade. Para a gente foi maravilhoso”, disse o produtor Eduardo Costa Siqueira.

Já um queijo produzido no município de Alagoa foi ouro na categoria “Queijos de leite cru de vaca, com massa cozida, casca lisa jovem”.

“Quando a gente ganha um prêmio aqui na cidade, toda nossa cidade ganha. Nossa cidade é pequena, mas é uma cidade muito grande na produção de queijos bons. Todo ano que a gente participa de concurso, a gente traz sempre medalha para a cidade. Isso é bom para todos os produtores, gratificante para todo mundo”, falou o produtor de queijo Francisco Antônio de Barros Júnior.

Mais sul-mineiros premiados

Além dos queijos de Alagoa e Itanhandu, também foram premiados outros produções do Sul de Minas.

Um deles é de Seritinga e venceu na categoria maturado casca lisa, ficando à frente ate que queijos produzidos na França.

Já o queijo alforria, do município de Cristais, foi medalha de bronze na categoria queijos de leite de vaca, com massa crua, casca lisa jovem.

Via Folha Regional

Shark News by Shark Themes