Recentemente, a equipe do CISSUL/SAMU da Base Descentralizada de Boa Esperança, foi acionada em código vermelho para atender uma bebê que havia engasgado de apenas 11 dias de vida.

O médico regulador que atendeu a ligação liberou a ambulância para atendimento e solicitou a orientação por parte do enfermeiro da Central de Regulação. O enfermeiro da Central de Regulação orientou que a solicitante virasse a bebê de forma que sua barriga ficasse virada para seu antebraço e seu braço apoiado em sua perna, e realizasse 5 tapas com a mão em suas costas com força moderada. Após a solicitante realizar o procedimento a bebê começou a chorar, o que significava que suas vias aéreas foram desobstruídas e a mesma desengasgada.

A equipe da Base Descentralizada de Boa Esperança chegou no local avaliou a bebê e por recomendação encaminhou a mesma ao Pronto Atendimento Municipal de Boa Esperança.

Segundo a mãe Ednea Silva, sua bebê havia acabado de tomar banho e ao colocar a roupa notou que a mesma estava engasgada. De imediato sua sobrinha, Vitória Mendes, que estava presente ligou para o SAMU 192.

A mãe e a sobrinha agradeceram a presteza do atendimento e ressaltou que as orientações do enfermeiro da Central de Regulação foram de suma importância para desengasgar a pequena Helena.

O CISSUL/SAMU é o primeiro consórcio público de saúde, que gerencia o serviço SAMU 192 a instituir a função de Enfermeiro na Central de Regulação no estado de Minas Gerais. A função contribui no processo regulatório quando autorizado pelo médico regulador, qualificando e facilitando o acesso dos usuários ao serviço, diminuindo o tempo de resposta e agilizando o atendimento.

Shark News by Shark Themes